Café Espresso

Uma explosão de aromas e complexidade

A arte da preparação do espresso começa pela moagem do grão, que deve ser feita na hora de servir, prensar adequadamente o pó de café no filtro, extrair a bebida em temperatura ideal, na pressão e no tempo exatos. Um espresso perfeito é a mistura da química e da física, um produto da união entre ciência e arte, uma bebida que ressalta os cinco sentidos e toda a riqueza do café.

O próprio nome já diz: é preparado para ser consumido na hora, através da passagem de água quente sob pressão durante 25 a 30 segundos, através de uma camada prensada de 7 a 8 gramas de café moído. O resultado é um café concentrado com cerca de 30ml de puro prazer.

O espresso é a forma que traz à tona ao máximo o gosto e os aromas do café. A preparação do café é uma verdadeira arte. Para os peritos, a preparação exalta a riqueza de notas aromáticas, unindo-as às sensações aveludadas do creme.

Cafés Recomendados

Ingredientes

  • 7 a 8 gramas de café
  • água filtrada

Utensílios

  • máquina de café espresso
  • porta filtro e filtro
  • moinho elétrico ou manual com regulagem de moagem
  • tamper em aço inox
  • pincel e pano para limpeza

Preparo

Para obter um resultado excelente também em casa, é aconselhável seguir alguma regras:

  • A qualidade da água: usar água mineral natural em vez de água da torneira. A concentração de calcário pode impedir o perfeito funcionamento da máquina e influenciar a qualidade do café. De dois em dois meses é aconselhável usar um anti-calcário para máquinas de café espresso domésticas.
  • A dose certa: para cada xícara usar 7 gramas de café para máquina de café. Para sua orientação, a o porta filtro que vem com a máquina equivale a essa medida. Para um melhor resultado, os grãos devem ser moídos na hora.
  • Um toque profissional: uma vez cheio o porta-filtro, bater levemente na mesa ou na palma da mão para distribuir de modo homogéneo o café em pó. Apertar o café com força, utilizando a prensa que vem com a máquina: uma superfície plana é fundamental para obter um bom café espresso.
  • O tempo certo: o café deve sair do canal formando um fio continuo e homogêneo. Prestar atenção no tempo de extração: se o café sai muito rápido, tente pressioná-lo com mais força; pelo contrário, se a saída é muito lenta, reveja a pressão no sentido contrário.
  • Uma manutenção cuidadosa: sempre que fizer um café, tirar do filtro os resíduos, para evitar os sabores indesejados. De vez em quando, deixar a água correr no filtro vazio, como se estivesse fazendo um café. Antes de fazer outro, esperar 2 a 3 minutos, verificando que não existam resíduos de água dentro do porta-filtro. Proceder da mesma forma sempre que lavar o porta-filtro com água da torneira.

Existem algumas outras maneiras de se tomar o café além do espresso tradicional:

Curto ou como é chamado geralmente, Ristretto  é um café espresso tirado com menos água, o que o deixa com um sabor mais forte que um normal.

Lungo  é o contrário, consiste em um café espresso obtido através da passagem do dobro da água através do pó do café.

Doppio ou Café Duplo são duas medidas de pó de café, dois espressos numa só xícara.

Outras Especialidades

Napolitana

A cafeteira napolitana ou “cuccumella”, produz um café de corpo leve e sabor intenso. Preparar um café com ela significa reproduzir...

Moka

A máquina Moka foi inventada na década de 30, e seu nome vem da cidade de Moka, no Iêmen, conhecida pela qualidade de seu café. A máquina é composta por um...

Café de Filtro

Uma das coisas que o brasileiro mais preza é o cafezinho de todos os dias. Coar café é uma das lições fundamentais e todo mundo deveria ter uma noção básica como...